oriente médio

Síria já perdeu US$ 2 bilhões por sanções petroleiras

"O embargo petroleiro supõe uma queda da produção de 150.000 barris, cerca de 15 milhões de dólares diários", disse o ministro sírio do ramo, Sufiane Alau

Davi Barboza
Davi Barboza
Publicado em 19/01/2012 às 16:58
Leitura:

A Síria já registrou "importantes perdas" pelas sanções impostas pelos Estados Unidos e pela União Europeia a seu petróleo, declarou nesta quinta-feira (19) o ministro sírio do ramo, Sufiane Alau, que cifrou em "2 bilhões de dólares" o dinheiro que o país já deixou de ganhar.

"Temos sofrido importantes perdas devido à incapacidade de exportar petróleo e produtos petroleiros", declarou o ministro em uma coletiva de imprensa em Damasco. "O embargo petroleiro supõe uma queda da produção de 150.000 barris, cerca de 15 milhões de dólares diários", completou.

As sanções foram adotadas em resposta à violenta repressão do regime de Bashar al-Assad à revolta iniciada no país em março de 2011, que já deixou mais de 5.000 mortos, segundo a ONU.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias