escândalo

Jude Law entre as 19 as vítimas que serão indenizadas pelas escutas ilegais

Entre os que chegaram a um acordo extrajudicial com o News International, subsidiária britânica do grupo de Rupert Murdoch, figuram igualmente o vice-primeiro-ministro John Prescott e o ex-secretário de Estado para a Europa e América Latina, Chris Bryant

Emídia Felipe
Emídia Felipe
Publicado em 19/01/2012 às 8:52
Foto: reprodução da internet
Entre os que chegaram a um acordo extrajudicial com o News International, subsidiária britânica do grupo de Rupert Murdoch, figuram igualmente o vice-primeiro-ministro John Prescott e o ex-secretário de Estado para a Europa e América Latina, Chris Bryant - FOTO: Foto: reprodução da internet
Leitura:

LONDRES - O ator britânico Jude Law e outras 18 pessoas serão indenizadas pela empresa que publicava o jornal News of the World, do magnata Rupert Murdoch, em conexão com o escândalo das escutas ilegais, anunciaram nesta quinta-feira (19) seus advogados em um tribunal de Londres.

Entre os que chegaram a um acordo extrajudicial com o News International, subsidiária britânica do grupo de Murdoch, figuram igualmente o vice-primeiro-ministro John Prescott e o ex-secretário de Estado para a Europa e América Latina, Chris Bryant, ambos pertencentes ao Partido Trabalhista.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias