Rússia

Cinco policiais morrem em atentado suicida no Daguestão

Uma mulher tentou entrar num posto de controle policial, sendo detida no perímetro de segurança, mas conseguiu acionar uma carga explosiva

Davi Barboza
Davi Barboza
Publicado em 07/03/2012 às 9:20
Leitura:

Um atentado suicida contra um posto de controle policial matou nessa terça-feira (6) cinco policiais, ferindo outros dois no Daguestão, uma república russa do norte do Cáucaso, informaram as agências russas de notícias e o ministério do Interior regional. O balanço anterior era de quatro mortos.

Uma mulher tentou entrar num posto de controle policial, sendo detida no perímetro de segurança, mas conseguiu acionar uma carga explosiva.

Um porta-voz da agência Interfax informou que os dois feridos foram hospitalizados e um deles está em estado grave. A cabeça da mulher suicida foi encontrada a vários metros do local da explosão depois do ataque, na aldeia de Karabudajkent, informou a agência Itar-Tass.

Depois da primeira guerra da Chechênia (1994-1996), entre forças federais russas e separatistas, a rebelião se islamizou progres2sivamente ultrapassando as fronteiras desta pequena república para se transformar, em meados dos anos 2000, em movimento islamita armado ativo em todo o norte do Cáucaso. O Daguestão foi particularmente atingido pela violência.

Assim, domingo, dia da eleição presidencial na Rússia, três policiais foram mortos num ataque contra uma seção eleitoral nesta república caucasiana.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias