EUA // política

Mitt Romney abre vantagem por candidatura republicana

O desempenho de Romney e de seu principal rival, o ex-senador evangélico Rick Santorum, rendeu horas e horas de comentários e análises na mídia americana sobre o páreo acirrado entre os dois

Aline Souza
Aline Souza
Publicado em 07/03/2012 às 7:31
Leitura:

BRASÍLIA – O pré-candidato Republicano Mitt Romney foi o principal vencedor na terça-feira (6) da megarrodada de votações chamada de Super Terça, nos Estados Unidos. Romney abriu vantagem sobre seus adversários de partido na corrida pela conquista da candidatura, procurando mostrar que tem fôlego para derrotar nas urnas o presidente democrata norte-americano, Barack Obama.

A megarrodada de votações internas mobilizou mais de dez estados e Ohio foi o que mais chamou a atenção da imprensa americana. Isso devido a uma espécie de superstição: como o estado tradicionalmente não se alinha com ninguém – é um dos chamados estados-pêndulo – uma vitória em Ohio é bom presságio para uma candidatura.

O desempenho de Romney e de seu principal rival, o ex-senador evangélico Rick Santorum, rendeu horas e horas de comentários e análises na mídia americana sobre o páreo acirrado entre os dois. Romney conseguiu ampliar a diferença para Santorum. Ao fim, ele conseguiu bater Santorum, que não conseguiu se qualificar para ter o nome escrito nas cédulas de alguns distritos, por um fio: 38% a 37%.

Romney ganhou as primárias em Massachusets – estado que governou – Virginia, Vermont, Ohio e Idaho. Santorum foi vitorioso nos estados mais conservadores - Oklahoma, Tennessee e Dakota do Norte.

O terceiro colocado no páreo foi Newt Gingrich, que venceu na Geórgia, sua base eleitoral. Ron Paul, um republicano considerado menos conservador do que os demais e que tem ficado entre os últimos na disputa, conseguiu ser bem votado em alguns estados, mas não obteve o primeiro lugar em nenhum.

Os eleitores republicanos escolheram os delegados que votarão na convenção do partido, em agosto. Segundo as últimas contagens, que variam de acordo com a fonte, Romney tem agora a promessa de que 386 votarão por sua candidatura, enquanto Santorum tem cerca de 156. Para vencer a indicação à Presidência, um candidato precisa de 1.144.

Dada a grande diferença no número de delegados, à organização e, sobretudo, ao nível de recursos da campanha de Romney – na casa dos U$ 100 milhões, cerca de dez vezes mais que a de Santorum –, os resultados da Super Terça dificultam a possibilidade de o segundo colocado reverter o placar.

Além disso, o passo de Romney em direção à indicação pode levar nomes representativos do Partido Republicano a endossarem sua candidatura, influenciando os eleitores de outros estados. Quanto mais forte um candidato se torna na corrida pré-eleitoral, maior a pressão sobre seus rivais para desistir no meio do caminho e ceder seus delegados ao vencedor. Na época da convenção, o candidato é praticamente aclamado.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias