Grécia

Ataque contra a sede da Microsoft em Atenas

Caminhonete com botijões de gás explodiu e provocou grandes danos ao local. Polícia grega crê em atentado extremista

Milton Raulino
Milton Raulino
Publicado em 27/06/2012 às 7:36
Foto: Louisa Gouliamaki / AFP
Caminhonete com botijões de gás explodiu e provocou grandes danos ao local. Polícia grega crê em atentado extremista - FOTO: Foto: Louisa Gouliamaki / AFP
Leitura:

ATENAS - A sede da Microsoft em Atenas foi invadida na madrugada desta quarta-feira (27) e uma caminhonete com botijões de gás explodiu no local, provocando grandes danos. A polícia antiterrorista assumiu a investigação, pois as autoridades não descartam a hipótese de atentado extremista.

Às 3H45 locais (21H45 de Brasília, terça-feira), dois ou três homens encapuzados a bordo de uma caminhonete roubada forçaram a entrada no prédio da Microsoft, imobilizaram dois seguranças e colocaram fogo na caminhonete, repleta de botijões de gás, informou a polícia.

O incêndio provocou danos na entrada e no térreo do edifício, que fica na zona norte de Atenas. Os criminosos fugiram e são procurados pela polícia.

Este tipo de atentado, sem vítimas na maioria dos casos, contra objetivos diplomáticos, serviços públicos, sucursais e agências de bancos, são frequentes na Grécia. A polícia os atribuiu à corrente extremista ou anarquista local.

Em abril, um grupo até então desconhecido, "Ação revolucionária", reivindicou a explosão de um artefato incendiário diante de um anexo do ministério grego da Administração.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias