EUA

Fiança de US$ 1 milhão para assassino de Trayvon Martin

Não se sabe se o acusado pagará esta segunda fiança imediatamente, nem a data de sua soltura da prisão do condado de Seminole, em Sanford, centro da Flórida

Milton Raulino
Milton Raulino
Publicado em 05/07/2012 às 15:29
Leitura:

MIAMI - Um juiz da Flórida ordenou nesta quinta-feira (5) a liberdade condicional do ex-vigia voluntário George Zimmerman - acusado pela morte do jovem negro Trayvon Martin em fevereiro -, após o pagamento de uma fiança de 1 milhão de dólares, confirmou uma fonte da Justiça.

Não se sabe se Zimmerman, 28, pagará esta segunda fiança imediatamente, nem a data de sua soltura da prisão do condado de Seminole, em Sanford, centro da Flórida.

O acusado de assassinato de Martin, 17, poderá obter a liberdade condicional pagando 10% da fiança, com os quais conta, indicou seu advogado, Mark O'Mara, em uma audiência, ao revelar que simpatizantes de Zimmerman já doaram 211 mil dólares.

A ordem assinada pelo juiz juez Kenneth Lester estabelece que, além do pagamento de fiança, o réu deverá cumprir outras exigências, como o uso de um dispositivo eletrônico, não abrir ou manter contas bancárias, não tirar passaporte, e não se dirigir ao aeroporto internacional de Orlando. Também está proibido qualquer tipo de comunicação direta com parentes da vítima.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias