Tributos

Artista Ai Weiwei perde recurso contra multa de $ 2,4 mi

Em reposta, ele afirmou que a decisão é resultado de "um sistema jurídico bárbaro e retrógrado" e que não a pagará

Agência Estado
Agência Estado
Publicado em 27/09/2012 às 10:04
Leitura:

O recurso do artista dissidente chinês Ai Weiwei contra uma multa de $ 2,4 milhões de dólares foi rejeitada nesta quinta-feira (27). Em reposta, ele afirmou que a decisão é resultado de "um sistema jurídico bárbaro e retrógrado" e que não a pagará.

O artista é conhecido no mundo tudo por suas esculturas, fotografias e instalações. Ele costuma valer-se de sua fama para chamar atenção para injustiças na sociedade chinesa. Seus simpatizantes afirmam que a multa aplicada por sonegação de impostos é uma retaliação a esse ativismo.

A Corte Intermediária de Pequim rejeitou a segunda e última apelação. A multa foi aplicada no ano passado, logo depois que o dissidente saiu de uma temporada na prisão. O governo afirma que a empresa de design de Ai, a Falso Desenvolvimento Cultural Ltd. não pagou todos os tributos devidos. O artista e a companhia dizem que as autoridades violaram a lei diversas vezes durante a investigação e por isso recusam-se a obedecer a decisão do tribunal. As informações são da Associated Press.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias