união europeia

Europa pede "ação urgente" do Irã na questão nuclear

Chefe da política externa da UE disse que bloco quer que o Irã prove que desenvolve energia nuclear para fins pacíficos

Allan Nascimento
Allan Nascimento
Publicado em 27/09/2012 às 22:57
Leitura:

A chefe da política externa da União Europeia (UE), Catherine Ashton, disse nesta quinta-feira em Nova York que as seis potências que tentam negociar com Teerã o programa nuclear iraniano querem que o Irã "tome uma ação urgente" e prove que desenvolve a energia nuclear para fins pacíficos e não tenta construir armas atômicas.

Ashton se reuniu hoje com ministros dos Estados Unidos, Rússia, China, Grã-Bretanha, França e Alemanha, aos quais informou sobre sua última reunião com o negociador chefe do Irã, Saed Jalili. A reunião entre Ashton e Jalili aconteceu em Istambul na semana passada.

"Hoje nós discutimos a necessidade do Irã tomar uma ação urgente quando abordamos a questão nuclear iraniana", disse Ashton. Os comentários de Ashton foram feitos após o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, ter discursado na sede da Organização das Nações Unidas (ONU) e afirmado que o Irã poderá construir uma bomba atômica até meados de 2013.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias