argentina

Milhares de estudantes marcham rumo a Ministério da Educação de Buenos Aires

Estudantes de ensino médio protestaram contra reforma nos planos de estudos das escolas

Da AFP
Da AFP
Publicado em 04/10/2012 às 21:26
Leitura:

BUENOS AIRES - Milhares de estudantes de escolas de ensino médio da cidade de Buenos Aires, onde mantêm ocupados 57 centros, marcharam esta quinta-feira (4) rumo ao ministério da Educação da capital, em repúdio a uma reforma nos planos de estudos das escolas.

"Suspensão da mudança do currículo", "Não toquem na escola", "Escolas unidas jamais serão vencidas" diziam alguns cartazes trazidos pelos estudantes, que se dirigiam ao prefeito da capital argentina, Mauricio Macri (direita), candidato à presidência em 2015.

O protesto já supera três semanas e alcança mais da metade da centena de escolas de ensino médio de Buenos Aires, que têm matriculados 100.000 alunos.

Esta é a segunda mobilização, depois da celebrada na quinta-feira passada, também em frente à sede da pasta de Educação de Buenos Aires.

Os estudantes pedem para participar das mudanças curriculares e rejeitam a eliminação de algumas matérias técnicas, tal como propõe o governo portenho.

Os jovens decidirão na sexta-feira se continuam com as medidas de força, depois que a magistrada portenha Elena Liberatori pediu que suspendessem as ocupações e levassem propostas a outra reunião prevista para esta sexta-feira com as autoridades para solucionar o conflito.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias