Sandy

Partes de Nova Iorque ficarão sem energia elétrica até 11 de novembro

O Exército americano foi mobilizado e enviará reforços de homens especializados na reparação das linhas de energia afetadas pelos rompimentos de cabos causados pela supertempestade Sandy

Renata Monteiro
Renata Monteiro
Publicado em 01/11/2012 às 16:53
Foto: BRENDAN SMIALOWSKI / AFP
O Exército americano foi mobilizado e enviará reforços de homens especializados na reparação das linhas de energia afetadas pelos rompimentos de cabos causados pela supertempestade Sandy - Foto: BRENDAN SMIALOWSKI / AFP
Leitura:

Uma parte da cidade de Nova Iorque abastecida com energia elétrica por meio de linhas aéreas ficará às escuras pelo menos até o dia 11 de novembro, e algumas outras terão de esperar ainda mais uma semana, anunciou nesta quinta-feira (1º) a companhia Con Edison, principal operadora de energia elétrica da cidade.

"A maioria dos clientes abastecidos por linhas elétricas aéreas voltará a ter energia até 11 de novembro, (embora) isto possa levar mais uma semana para alguns clientes", explicou a Con Edison em sua conta no Twitter.

Outra porta-voz da empresa indicou que toda a ilha de Manhattan e parte do bairro do Brooklyn, que recebem a energia por redes subterrâneas, terão energia elétrica até sábado.

No entanto, centenas de clientes da Con Edison de Nova Iorque (incluindo os distritos de Queens, Bronx e Staten Island, entre outros), abastecidos por linhas aéreas, devem ficar sem luz mesmo depois de domingo, 11 de novembro, acrescentou a porta-voz.

O Exército americano foi mobilizado e enviará reforços de homens especializados na reparação das linhas de energia afetadas pelos rompimentos de cabos causados pela supertempestade Sandy.

Sandy, que tocou a terra na costa nordeste dos Estados Unidos na noite de segunda-feira, provocou inundações, cortes de energia elétrica e grandes danos em partes da costa, além de ter deixado 85 mortos, 37 deles em Nova Iorque.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias