Machu Picchu

Intensificadas buscas por estudante brasileiro que desapareceu no Peru

O cônsul do Brasil em Cuzco e o adido policial da Embaixada do Brasil em Lima acompanham de perto as buscas

Renata Monteiro
Renata Monteiro
Publicado em 03/01/2013 às 20:17
Foto: reprodução de internet
O cônsul do Brasil em Cuzco e o adido policial da Embaixada do Brasil em Lima acompanham de perto as buscas - Foto: reprodução de internet
Leitura:

As autoridades brasileiras e peruanas intensificaram na tarde desta quinta-feira (3) as buscas pelo estudante de Brasília Arthur Paschoali, de 19 anos, que desapareceu na região de Machu Picchu. Foram divulgadas fotografias e informações detalhadas do universitário e houve pedidos de apoio aos guias turísticos que trabalham na área.

Segundo o Ministério das Relações Exteriores, Itamaraty, o cônsul do Brasil em Cuzco e o adido policial da Embaixada do Brasil em Lima acompanham de perto as buscas.

O universitário desapareceu, em Machu Picchu, no último dia 21 quando avisou a amigos que caminharia pela região para fazer fotografias. Paschoali estava em Machu Picchu trabalhando em um restaurante.

Em julho de 2012, a estudante Paula Sibov, de 24 anos, morreu ao cair em um abismo de 200 metros de profundidade, no Vale del Colca, na Cordilheira dos Andes, no Sul do Peru. Ela estava no quarto ano de medicina da Pontifícia Universidade Católica de Campinas, no interior de São Paulo.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias