Investigação

Morte de modelo na China é acompanhada pelo Consulado do Brasil no Cantão

As despesas com o traslado do corpo da modelo serão pagas pelo governo do estado do Ceará

Valentine Herold
Valentine Herold
Publicado em 03/01/2013 às 12:55
Leitura:

O Consulado do Brasil no Cantão, na China, acompanha as investigações sobre a morte da modelo cearense Camila Bezerra, de 22 anos. As autoridades brasileiras foram informadas na terça-feira (1º) que a modela foi encontrada morta em Guangzhou Shi (nome em mandarím do Cantão). O corpo de Camila foi encontrado na área de lazer do condomínio onde morava.

Policiais informaram que a  modelo caiu da janela do apartamento, no 14º andar. Há informações de que a modelo saiu para comemorar o Ano-Novo e depois retornou para casa. O caso ainda está sob investigação.

As despesas com o traslado do corpo da modelo serão pagas pelo governo do estado do Ceará. Em nota, a assessoria de imprensa do governador cearense, Cid Gomes, confirmou ter enviado ofício  ao Consulado do Brasil na China informando que as despesas serão custeadas pelo estado.

As despesas de traslado da China para o Brasil, segundo o governo do Ceará, custam cerca de US$ 15 mil. Mais informações podem ser obtidas no site do estado do Ceará.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias