EUA

Obama assina lei que evita 'abismo fiscal'

Presidente dos EUA também sancionou lei que define orçamento para ações de defesa em 2013

Marina Barbosa
Marina Barbosa
Publicado em 03/01/2013 às 7:13
Foto: CHRIS KLEPONIS / AFP
Presidente dos EUA também sancionou lei que define orçamento para ações de defesa em 2013 - Foto: CHRIS KLEPONIS / AFP
Leitura:

O presidente dos EUA, Barack Obama, assinou nesta quarta-feira (2) a H.R. 8, ou a "lei de ajuda ao contribuinte americano de 2012", informou a Casa Branca em um comunicado. Pela H.R. 8, serão estendidos os cortes de impostos para os americanos que ganham menos de US$ 400 mil por ano (R$ 800 mil) - acima dos US$ 250 mil (R$ 500 mil) inicialmente propostos pelos Democratas. Para os mais ricos, porém, a taxa passa de 35% para 39,6% sobre os rendimentos.

O pacote assinado por Obama ainda inclui: aumentos dos impostos de herança de 35% para 40% para ganhos acima de US$ 5 milhões para um indivíduo e US$ 10 milhões para um casal; aumento de impostos sobre o capital - afetando alguns rendimentos de investimento - de até 20%, mas menos do que os 39,6% que prevaleceriam sem um acordo; extensão de um ano para o seguro desemprego, que afeta dois milhões de pessoas nos EUA; prorrogação de cinco anos para os créditos fiscais que ajudam as famílias mais pobres e da classe média.

DEFESA - O presidente dos EUA, Barack Obama, também sancionou na noite desta quarta-feira uma lei que define o Orçamento do Pentágono para este ano da ordem de US$ 633 bilhões para as despesas de Defesa norte-americana no Afeganistão e para impulsionar a segurança em missões dos EUA em todo o mundo. Além disso, a lei prevê um endurecimento das sanções contra o Irã.

"Eu aprovei esse aporte para a Defesa, como já o fiz em anos anteriores, porque isso dará suporte essencial para os membros em serviço e suas famílias, renovando os programas vitais de segurança, e ajudando a garantir que os EUA continuarão a ter o maior aparato militar do mundo", disse Obama em comunicado na manhã desta quinta-feira (3), depois de assinar a medida.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias