tanzânia

Menino albino tem mão cortada para servir de amuleto

"O menino foi atacado no sábado por três pessoas quando voltava caminhando para casa, com quatro companheiros de escola", disse Apolinary Macheta, chefe do governo do distrito de Milepa, no sudoeste da Tanzânia

Da AFP
Da AFP
Publicado em 17/02/2013 às 16:47
Leitura:

DAR ES SALAAM - Criminosos em busca de albinos para fabricar amuletos cortaram a mão de um menino de sete anos na Tanzânia, indicaram as autoridades neste domingo.

"O menino foi atacado no sábado por três pessoas quando voltava caminhando para casa, com quatro companheiros de escola", disse Apolinary Macheta, chefe do governo do distrito de Milepa, no sudoeste da Tanzânia.

O menino, Mwigulu Magessa, está internado em um hospital, acrescentou Macheta.

Poucos dias antes, homens armados com facões cortaram o braço de uma mulher albina, mãe de quatro crianças. A polícia disse no sábado que prendeu cinco homens.

Na África, muitos albinos são assassinatos e esquartejados pela crença de que seus membros servem para fazer amuletos que trazem boa sorte e prosperidade e que chegam a ser vendidos por milhares de dólares.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias