Segurança

Venezuela antecipa fechamento de fronteira com a Colômbia por causa das eleições

A medida de segurança é considerada habitual durante as eleições presidenciais na Venezuela

Da Agência Brasil
Da Agência Brasil
Publicado em 10/04/2013 às 22:25
Leitura:

A fronteira terrestre entre a Venezuela e a Colômbia está fechada desde a manhã de terça-feira (9). De acordo com a imprensa colombiana na região, militares da Força Armada Nacional Bolivariana estão na região fronteiriça, entre os estados de Zulia, Táchira, Apure e no eixo Amazonas-Bolívar, no Sul do país, para o controle migratório.

A medida de segurança é considerada habitual durante as eleições presidenciais na Venezuela, mas moradores da região reclamam que, para o processo de votação no domingo (14), as fronteiras foram fechadas com mais antecipação que o de costume e deverão permanecer assim até as 6h da manhã de segunda-feira (15). 

Nas eleições presidenciais de outubro do ano passado, o fechamento das fronteiras começou quatro dias antes das eleições. Comerciantes locais reclamam da antecipação, pois o comércio entre a Colômbia e a Venezuela é intenso na intenso.

O chefe do Comando Estratégico Operacional da Venezuela, general Wílmer Barrientos, disse que a medida é necessária. “Sempre temos feito isso com bom resultados na garantia de segurança para o processo eleitoral”, explicou.

O candidato opositor ao governo, Henrique Capriles reclamou do fechamento da fronteira em sua conta no Twitter. “Só um governinho faria isso”, declarou.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias