ásia

Esposa de Nobel Liu Xiaobo fala de 'pesadelo' na China

Liu Xia está sob prisão domiciliar em Pequim e é vigiada 24 horas por dia

Da AFP
Da AFP
Publicado em 14/06/2013 às 10:19
Leitura:

A esposa do Nobel da Paz Liu Xiaobo denunciou em uma carta aberta ao presidente chinês Xi Jinping o funcionamento da justiça na China e diz temer que o "sonho" preconizado pelo novo chefe de Estado se transforme em "pesadelo".

"Sou a cidadã chinesa Liu Xia. Desde outubro de 2010, estou privada de toda liberdade individual", escreveu a mulher de Liu Xiaobo, em uma carta cuja veracidade foi confirmada à AFP nesta sexta-feira por seu advogado, Shang Baojun. "Não deixe que o sonho chinês, para pessoas como nós, se transforme em um pesadelo", pediu a mulher a Xi Jinping, que fez do "sonho chinês" o lema de sua política.

Desde que seu marido, o intelectual e dissidente Liu Xiaobo foi agraciado com o prestigioso Prêmio Nobel da Paz em 2010, Liu Xia está sob prisão domiciliar em Pequim e é vigiada 24 horas por dia, embora não tenha sido oficialmente acusada de nada.

Na China, "ser a esposa de Liu Xiaobo é um crime", diz Liu Xia na carta manuscrita que foi publicada em sites estrangeiros. Seu marido cumpre desde 2009 uma sentença de 11 anos de prisão por "subversão", depois de escrever um texto em defesa da democracia na China, a Carta 08.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias