Condicional

Justiça venezuelana liberta juíza por problemas de saúde

Apesar da concessão de liberdade condicional, a Justiça da Venezuela manteve as acusações de corrupção, abuso de autoridade e auxílio na fuga de um réu

Da Agência Estado
Da Agência Estado
Publicado em 14/06/2013 às 22:15
Leitura:

Autoridades venezuelanas concederam liberdade condicional à juíza Maria Lourdes Afiuni, presa desde 2009 por suspeita de corrupção, devido à situação de saúde da magistrada, informou o advogado dela.

Apesar da concessão de liberdade condicional, a Justiça da Venezuela manteve as acusações de corrupção, abuso de autoridade e auxílio na fuga de um réu, prosseguiu o advogado.

Também por problemas de saúde, Maria Lourdes Afiuni já havia deixado a prisão em 2011 e era mantida desde então em regime de prisão domiciliar.

Líderes da oposição ao governo consideram Afiuni uma "prisioneira política". Ela foi presa em 2009 depois de conceder liberdade a um banqueiro acusado de violar os controles de câmbio impostos pelo governo do então presidente Hugo Chávez. Fonte: Associated Press.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias