exército

Noruega estenderá o serviço militar obrigatório às mulheres

As norueguesas já podem, desde 1976, prestar serviço militar numa base voluntária e representam hoje 10% dos recrutas

Da AFP
Da AFP
Publicado em 14/06/2013 às 12:10
Leitura:

Noruega se converterá em breve no primeiro país europeu a estender o serviço militar obrigatório às mulheres em tempos de paz, de acordo com uma decisão do parlamento local nesta sexta-feira (14).

Todos os partidos, com exceção do Partido Democrata-cristão (KrF), apoiaram na comissão parlamentar uma proposta do governo de centro-esquerda para instaurar um recrutamento militar "sexualmente neutro". Na prática, isso significa que o serviço militar obrigatório se estenderá às mulheres, provavelmente a partir de 2015, como prevê o ministério da Defesa.

Ao contrário dos demais países europeus, que possuem exércitos profissionais, a decisão, que deve ser adotada sem dificuldade, foi tomada em nome da igualdade de sexos. As norueguesas já podem, desde 1976, prestar serviço militar numa base voluntária e representam hoje 10% dos recrutas. Fora da Europa, alguns países como Israel já possuem um serviço militar obrigatório para os dois sexos.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias