ativistas

Barcos de Gaza teriam rompido bloqueio de Israel

A "flotilha da resistência" esteve no mar por diversas horas antes de voltar ao território afirmando que havia "rompido" o bloqueio

Da Agência Estado
Da Agência Estado
Publicado em 02/12/2013 às 18:23
Leitura:

Cerca de 20 barcos pesqueiros de Gaza, com dezenas de ativistas a bordo, teriam rompido nesta segunda-feira (2) o bloqueio naval israelense ao território. O Exército de Israel nega que isso tenha acontecido. 

A "flotilha da resistência" esteve no mar por diversas horas antes de voltar ao território afirmando que havia "rompido" o bloqueio, que impede barcos de pesca de navegar por uma faixa de seis milhas náuticas a partir da costa do território. 

Um porta-voz militar israelense negou que os barcos tenham ultrapassado a linha de seis milhas. O grupo quer estabelecer um novo marco em suas tentativas de romper o bloqueio israelense, ao iniciar a viagem em Gaza em vez de tentar chegar até o território. 

Israel impôs o bloqueio a Gaza em 2006, quando militantes sequestraram um soldado israelense. A medida foi intensificada quando o Hamas tomou o controle um ano mais tarde, mas desde então tem havido um certo alívio por causa da pressão internacional, embora várias delas continuem a valer, dentre elas o limite para barcos pesqueiros.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias