OSDH

ONG anuncia balanço de 126.000 mortos na guerra civil síria

A mobilização contra o regime de Assad começou em março de 2011, antes de virar, meses depois, uma rebelião armada

Da AFP
Da AFP
Publicado em 02/12/2013 às 12:33
Leitura:

A ONG de oposição Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH) anunciou nesta segunda-feira (2) que quase 126.000 pessoas morreram no conflito na Síria desde março de 2011. O total inclui 44.300 civis, com mais de 6.600 crianças e 4.450 mulheres, segundo o OSDH, que tem sede na Grã-Bretanha.

O OSDH também inclui no total mais de 27.700 combatentes opositores e mais de 50.900 combatentes leais ao regime de Bashar al-Assad. A mobilização contra o regime de Assad começou em março de 2011, antes de virar, meses depois, uma rebelião armada.

Também nesta segunda-feira, a Cruz Vermelha e o Crescente Vermelho advertiram que um milhão de sírios carecem de alimentos básicos, já que a guerra civil dificulta a entrega de ajuda humanitária.

"Uma estimativa prudente situa em um milhão o número de pessoas sem alimentos", declarou Simon Eccleshal, da Federação Internacional de Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho.

O Crescente Vermelho Árabe Sírio "tem acesso regularmente a apenas 85% do território da Síria", disse Eccleshal.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias