conflito

Kerry declara apoio à população da Ucrânia

''Os Estados Unidos e a União Europeia devem estar com o povo da Ucrânia nessa luta'', disse o secretário

Da AE
Da AE
Publicado em 01/02/2014 às 12:25
Leitura:

O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, declarou o apoio dos Estados Unidos e da União Europeia aos protestos na Ucrânia contra o presidente Viktor Yanukovich. "Nenhum lugar hoje é mais importante para a luta pela democracia, pelo futuro europeu do que a Ucrânia", afirmou Kerry a líderes políticos, diplomáticos e militares presentes na Conferência de Segurança de Munique, na Alemanha. "Os Estados Unidos e a União Europeia devem estar com o povo da Ucrânia nessa luta", completou.

Segundo Kerry, há uma tendência preocupante em grande parte da Europa Central e Oriental. "As aspirações dos cidadãos estão mais uma vez sendo pisoteados por corruptos, por interesses oligárquicos - interessas que usam dinheiro para sufocar a oposição política e os dissidentes, para comprar políticos e meios de comunicação e para enfraquecer a independência judicial e os direitos das ONGs", declarou. 

"Eles estão lutando pelo direito de se associar a parceiros que irão ajudá-los a realizar suas aspirações, e eles decidiram que o seu futuro não tem que se prender a um só país", completou Kerry. O onda de protestos na Ucrânia teve início no final de novembro, após o presidente Yanukovych ter desistido de assinar um aguardado acordo de cooperação com a União Europeia (UE) em favor de um empréstimo de resgate concedido pela Rússia.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias