crise

Tailândia enfrenta protestos na véspera das eleições

Cerca de 130 mil policiais irão assegurar 93 mil locais de votação em todo país

Da AE
Da AE
Publicado em 01/02/2014 às 13:24
Leitura:

Manifestantes de oposição tentaram impedir a distribuição das urnas em diversas partes da Tailândia neste sábado, véspera das eleições gerais no país. Na capital, Bangcoc, dezenas de opositores do governo da primeira-ministra Yingluck Shinawatra cercaram um centro de distribuição das urnas. A polícia precisou separar os manifestantes de um grupo de cerca de 200 partidários da premiê, que estavam armados com paus e barras metálicas.

O opositor Partido Democrático já anunciou seu boicote à votação. Os manifestantes contestam a realização das eleições antecipadas no domingo. Cerca de 130 mil policiais irão assegurar 93 mil locais de votação em todo país. Em discurso televisionado o chefe Departamento de Investigação Especial, Tarit Pengdith, garantiu que a votação deste domingo será ordenada e segura.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias