síria

Civis sitiados em Homs começarão a ser retirados

Barrazi diz que a primeira leva de 200 civis será retirada do bairro de Jouret el-Shayah, controlado por rebeldes

Da AE
Da AE
Publicado em 07/02/2014 às 10:13
Leitura:

O governador da província de Homs, localizada na região central da Síria, disse que a retirada de dezenas de civis de partes sitiadas da capital provincial deveria ser iniciada em algumas horas. 

Talal Barrazi disse à televisão estatal síria que todas as medidas de segurança necessárias foram tomadas para a retirada dos civis de cidade de Homs, grupo do qual estarão excluídos homens entre 15 e 55 anos, que muito provavelmente são combatentes. 

Barrazi diz que a primeira leva de 200 civis será retirada do bairro de Jouret el-Shayah, controlado por rebeldes. 

O anúncio acontece um dia depois de o governo do presidente Bashar Assad ter anunciado que chegou a um acordo com a Organização das Nações unidas para permitir que centenas de civis deixem partes sitiadas de Homs e que comboios com ajuda humanitária entrem na região. A atmosfera é positiva", declarou Barrazi.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias