cuba

Jornal oficial cubano critica desabastecimento em mercados da ilha

Em Cuba, onde circulam duas moedas, os principais serviços e alimentos da escassa cesta básica, também existem dois tipos de mercado estatais, segundo a moeda

Da AFP
Da AFP
Publicado em 07/02/2014 às 19:35
Leitura:

O jornal oficial cubano Granma criticou nesta sexta-feira (7) o desabastecimento, a falta de informação e o maus-tratos aos clientes nos mercados estatais, muito procurados pela população de baixa renda.

"A carência de artigos, os preços desiguais nos mercados ou a heterogêna distribuição alarmam e preocupam os clientes. E não apenas isso. A informação que dão ou seu tratamento à população deixa muito a desejar em certas ocasiões", assinala uma ampla reportagem publicada pelo jornal.

Em Cuba, onde circulam duas moedas, o peso conversível (CUC, em paridade com o dólar) e o peso cubano (CUP, 25 por um CUC), com o qual os salários são pagos, os principais serviços e alimentos da escassa cesta básica, também existem dois tipos de mercado estatais, segundo a moeda.

A política estatal é vender nesses mercados estatais industriais artigos de produção nacional a menor custo, apesar de geralmente de qualidade inferior, dirigidos a pessoas com menor renda.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias