Caracas

Estados Unidos: mediação da Unasul na Venezuela é 'alentadora'

Os Estados Unidos promoveram - sem sucesso - uma iniciativa de mediação internacional na Venezuela no início de março

Da AFP
Da AFP
Publicado em 29/03/2014 às 10:30
Leitura:

Os Estados Unidos qualificaram de "alentadora" a mediação na Venezuela de uma comissão de chanceleres da Unasul, que já se reuniu com o governo e setores críticos em Caracas, informou nesta sexta-feira (29) a porta-voz do departamento de Estado Marie Harf.

A visita dos chanceleres é "alentadora e esperamos que isto possa ser um esforço para acabar com a violência e promover um diálogo honesto que atenda às legítimas queixas dos venezuelanos", disse Harf em entrevista coletiva.

Harf destacou sua esperança em que a missão da União das Nações Sul-Americanas (Unasul) possa interceder para colocar na mesa de negociações o governo do presidente Nicolás Maduro e a oposição.

Os Estados Unidos promoveram - sem sucesso - uma iniciativa de mediação internacional na Venezuela no início de março, junto ao Conselho Permanente da Organização dos Estados Americanos (OEA), que aprovou uma declaração de apoio às iniciativas de diálogo convocadas por Maduro.

Na quinta-feira, a subsecretária americana de Estado, Roberta Jacobson, revelou que os Estados Unidos analisam a adoção de sanções contra a Venezuela diante da ausência de um diálogo profundo e de um "espaço democrático" com a oposição.

"Claro que precisamos pensar nisto e estamos pensando nisto", assinalou a diplomata em videoconferência, destacando que os Estados Unidos avaliam algum tipo de "medida pacífica" que "não inclua uma ação militar".

A onda de protestos na Venezuela já deixou de 37 mortos, 550 feridos e 81 denúncias de violações dos direitos humanos, em meio à crescente criminalidade, ao desabastecimento e a uma inflação anual que supera os 50%.

Segundo Maduro, por trás dos protestos há "um golpe de Estado em desenvolvimento" promovido pela aliança da oposição com a direita de Estados Unidos e Colômbia.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias