Iraque

Ataques deixam 14 mortos no norte de Bagdá

Os jihadistas contam com uma grande quantidade de veículos, armas e uniformes que roubaram do exército, o que dificulta a identificação

Da AFP
Da AFP
Publicado em 11/10/2014 às 12:46
Leitura:

Fogo amigo contra uma ambulância militar, um ataque suicida em um mercado e uma bomba deixaram pelo menos 14 mortos neste sábado ao norte de Bagdá.

Quatro soldados morreram perto de Baaquba, ao nordeste de Bagdá, quando milicianos xiitas aliados do governo abriram fogo contra sua ambulância.

"Abriram fogo porque pensaram que os soldados eram combatentes do grupo Estado Islâmico (EI) que usavam uma ambulância para enganar e atacar suas posições", disse uma fonte policial.

Os jihadistas contam com uma grande quantidade de veículos, armas e uniformes que roubaram do exército, o que dificulta a identificação.

Em Meshahda, 30 km ao norte da capital, um terrorista detonou as bombas que transportava em um mercado. Sete pessoas morreram e 25 ficaram feridas.

Perto de Tikrit, cidade natal do ex-ditador Saddam Hussein controlada pelos jihadistas, três milicianos xiitas morreram na explosão de uma bomba em uma casa.

Nove pessoas ficaram feridas no ataque.

Os combatentes do EI criam armadilhas em estradas e casas antes de abandonar as áreas que controlam, o que dificulta o avanço do exército iraquiano e de seus aliados nas áreas retomadas dos jihadistas.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias