Canadá

''Esquartejador de Montreal'' condenado à prisão perpétua

O júri não aceitou as alegações de demência apresentadas pela defesa

Karol Albuquerque
Karol Albuquerque
Publicado em 23/12/2014 às 16:21
Foto: HO / SPVM / AFP
O júri não aceitou as alegações de demência apresentadas pela defesa - Foto: HO / SPVM / AFP
Leitura:

O ex-ator pornô canadense Luka Rocco Magnotta, conhecido como "O esquartejador de Montreal", foi considerado culpado nesta terça-feira (23) pelo assassinato de um estudante chinês em 2012.

O júri não aceitou as alegações de demência apresentadas pela defesa, e o condenou à prisão perpétua, o que, no Canadá, equivale a 25 anos de prisão.

Magnotta, de 32 anos, admitiu ter matado e esquartejado com um picador de gelo seu companheiro sexual Lin Jun, que então tinha 33 anos, mas se declarou inocente de cinco acusações alegando problemas mentais.

Além de matar e esquartejar o amante, Magnotta usou alguns pedaços em um vídeo que postou na internet e enviou outros pelo correio para acossar o primeiro-ministro canadense Stephen Harper e parlamentares.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias