Cuba

Artista cubana Tania Bruguera é detida após performance em Havana

Na performance, o público era convidado a falar sobre o assunto que quisesse durante um minuto num pódio diante da plateia

Da Folhapress
Da Folhapress
Publicado em 05/01/2015 às 12:41
Foto: ADALBERTO ROQUE / AFP
Na performance, o público era convidado a falar sobre o assunto que quisesse durante um minuto num pódio diante da plateia - FOTO: Foto: ADALBERTO ROQUE / AFP
Leitura:

Uma das artistas mais influentes de Cuba, Tania Bruguera foi detida para interrogações duas vezes ao longo da virada do ano.

O motivo foi uma performance que realizou na praça de la Revolución, em Havana, em que o público era convidado a falar sobre o assunto que quisesse durante um minuto num pódio diante da plateia.

Bruguera, conhecida por ações que questionam a autoridade da ditadura cubana, já havia realizado essa performance há seis anos durante uma edição da Bienal de Havana. Não houve problemas com a polícia então.

Desta vez, a artista aproveitou a reaproximação da ilha com o governo dos Estados Unidos para propor um debate público a respeito da nova realidade política cubana, mas acabou despertando a desconfiança do regime liderado por Raúl Castro.

Embora Bruguera, que vive entre Nova York e Havana, tenha sido solta, outros artistas que participaram da ação continuam detidos. Segundo disse a uma rádio de Miami, ela também foi advertida pelo regime a não participar da próxima Bienal de Havana, que começa em 22 de maio.

"Isso serviu para desmascarar todo mundo", disse Bruguera. "Acreditava que Cuba já estivesse preparada para opiniões divergentes."

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias