Prisão

Herdeira da Korean Air recorre de pena por incidente em avião

Ex-vice-presidente da companhia, ficou indignada quando lhe serviram frutos secos que não havia pedido e pelo fato de estarem em um saco

Da AFP
Da AFP
Publicado em 13/02/2015 às 11:04
Foto: AFP
Ex-vice-presidente da companhia, ficou indignada quando lhe serviram frutos secos que não havia pedido e pelo fato de estarem em um saco - FOTO: Foto: AFP
Leitura:

A herdeira da Korean Air (KAL), condenada a um ano de prisão por ter obrigado um avião a dar meia volta por um aperitivo mal servido, recorrerá da pena, anunciaram nesta sexta-feira seus advogados.

Cho Hyun-Ah, de 40 anos, foi condenada na quinta-feira por um tribunal de Seul por infringir as regras de segurança aérea.

No dia 5 de dezembro, exigiu que a responsável pela tripulação de um voo Nova York-Seul abandonasse o avião, razão pela qual a aeronave precisou voltar ao portão de embarque e sofreu um atraso de vários minutos.

Cho, ex-vice-presidente da companhia, ficou indignada quando lhe serviram frutos secos que não havia pedido e pelo fato de estarem em um saco, e não em uma tigela.

O tribunal considerou que a herdeira havia modificado ilegalmente o plano de voo do avião considerando, ao contrário dos advogados de Cho, que a aeronave estava em voo, já que se encontrava em movimento

Esta interpretação foi recusada pela defesa. "O recurso foi transmitido hoje (sexta-feira) solicitando uma nova análise de sua condenação e da pena", indicou à AFP um dos advogados, que pediu o anonimato.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias