Imigração

Chanceleres da Europa Central e Alemanha se reúnem na sexta por crise de migrantes

Os governos destes países insistem para que a UE, cuja presidência está atualmente nas mãos de Luxemburgo

Da Folhapress
Da Folhapress
Publicado em 10/09/2015 às 14:20
Foto: ATTILA KISBENEDEK/AFP
Os governos destes países insistem para que a UE, cuja presidência está atualmente nas mãos de Luxemburgo - FOTO: Foto: ATTILA KISBENEDEK/AFP
Leitura:

Os chanceleres da República Tcheca, Hungria, Polônia e Eslováquia se reunirão com seus colegas da Alemanha e de Luxemburgo na sexta-feira, em Praga, para examinar a resposta comum à crise dos migrantes.

"A reunião dos ministros das Relações Exteriores contribuirá para melhorar a compreensão mútua  (...) dos diferentes pontos de vista sobre a solução para a atual crise", declarou a chancelaria tcheca em um comunicado.

Os quatro países da Europa central integram o chamado grupo de Visegrado, e se opõem ao sistema de quotas de acolhimento de refugiados proposta pela Comissão Europeia, o braço executivo da União Europeia, para dividir até 160.000 migrantes.

Os governos destes países insistem para que a UE, cuja presidência está atualmente nas mãos de Luxemburgo, tente resolver o problema da crise migratória em sua raiz, ao mesmo tempo em que ataca o tráfico de pessoas.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias