monumento

Lênin ressurge em Berlim 25 anos depois da queda do muro

A cabeça fazia parte de um monumento criado por Nikolai Tomski

Da AFP
Da AFP
Publicado em 10/09/2015 às 11:30
Foto: TOBIAS SCHWARZ / AFP
A cabeça fazia parte de um monumento criado por Nikolai Tomski - FOTO: Foto: TOBIAS SCHWARZ / AFP
Leitura:

Vinte e cinco anos depois da queda do Muro de Berlim, Lênin retornou nesta quinta-feira (10) a esta cidade, onde a cabeça de uma imensa estátua em sua homenagem foi desenterrada.

A cabeça, de 1,70 m, 3,5 toneladas e que ficou enterrada por mais de 20 anos em uma floresta do sudeste de Berlim, e será uma peça valiosa na exposição que a cidade dedicará às figuras-chave da história alemã.

Depois de desenterrada, a cabeça foi colocada em um caminhão, que circulou por Berlim, recordando a cena do filme "Adeus, Lênin!" (2003), na qual o crânio de Lênin, pendurado em um helicóptero, sobrevoa Berlim Oriental logo deois da queda do muro.

A cabeça fazia parte de um monumento criado por Nikolai Tomski, presidente da Academia Soviética das Artes, que representava Lênin de corpo inteiro diante de uma bandeira vermelha. Media 19 metros de altura.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias