Guerra ao Terror

ONU aprova resolução para cortar financiamento de grupos jihadistas

Pela primeira vez, os ministros das Finanças dos 15 países do Conselho se reuniram em Nova York para levar a resolução adiante

Giovanna Torreão
Giovanna Torreão
Publicado em 17/12/2015 às 19:52
Foto: HAIDAR MOHAMMED ALI  AFP
Pela primeira vez, os ministros das Finanças dos 15 países do Conselho se reuniram em Nova York para levar a resolução adiante - Foto: HAIDAR MOHAMMED ALI AFP
Leitura:

O Conselho de Segurança da ONU aprovou por unanimidade, nessa quarta-feira (16), uma resolução para cortar o financiamento de organizações jihadistas, uma resolução que pretende atingir o bolso do grupo Estado Islâmico (EI), secando sua fonte de renda. Pela primeira vez, os ministros das Finanças dos 15 países do Conselho se reuniram em Nova York para levar a resolução adiante.

A resolução, um texto técnico de 28 páginas atualizado conjuntamente por Washington e Moscou, aponta diretamente a organização jihadista e especificamente aos milhões de dólares da venda de petróleo e de antiguidades que se encontram nos vastos territórios controlados pelo grupo na Síria e no Iraque.

O texto pede aos países para "atuar de forma enérgica e decisiva para cortar os fundos e outros recursos econômicos" de que dispõe o Estado Islâmico.

A resolução convida todos os países a tornar o financiamento do terrorismo "um grave crime nas leis nacionais" e intensificar a troca de informações sobre o tema, somando às informações dos governos, as que puderem ser obtidas junto ao setor privado.

Este texto "complementa as medidas precedentes e reforça as ferramentas existentes", destacou o secretário de Estado americano, Jacob Lew, que presidiu a sessão.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias