ESTADO ISLÂMICO

ONU diz que 750 mil civis estão sob o domínio do EI em Mossul

Segundo coordenadora da ONU, custo de alimentos e os bens básicos estão subindo e a água e a eletricidade são intermitentes na cidade iraquiana

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 24/01/2017 às 10:19
Foto: JM LOPEZ / AFP
Segundo coordenadora da ONU, custo de alimentos e os bens básicos estão subindo e a água e a eletricidade são intermitentes na cidade iraquiana - FOTO: Foto: JM LOPEZ / AFP
Leitura:

A Organização das Nações Unidas (ONU) e várias organizações de ajuda disseram nesta terça-feira que cerca de 750 mil civis ainda vivem sob o domínio do Estado Islâmico no oeste da cidade de Mossul, no Iraque, o próximo alvo de uma ofensiva iraquiana apoiada pelos EUA lançada há três meses.

Lise Grande, coordenadora humanitária da ONU para o Iraque, disse que o custo dos alimentos e os bens básicos estão subindo, a água e a eletricidade são intermitentes e alguns moradores são forçados a queimar móveis para se manterem aquecidos.

Mossul foi capturada pelo Estado Islâmico em 2014

As forças iraquianas e curdas lançaram uma operação maciça em outubro em Mossul, que foi capturada pelo Estado Islâmico em 2014. Mossul é o último bastião urbano do grupo Estado Islâmico no Iraque. Os extremistas ainda controlam grandes áreas na vizinha Síria.

As forças iraquianas anunciaram a libertação do leste de Mossul no início deste mês. Mas, nesta terça-feira, o porta-voz do Comando de Operação Conjunta, o general Yahya Rasool, disse que a luta ainda estava em andamento no distrito de Rashidiya. Fonte: Associated Press

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias