Economia Portuguesa

Portugal paga metade da dívida com FMI por pacote de ajuda de 2011

De acordo com o governo de Portugal, pagamento é uma evidência de que o país está novamente financeiramente saudável

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 20/02/2017 às 19:47
Domínio Público / Pixabay
De acordo com o governo de Portugal, pagamento é uma evidência de que o país está novamente financeiramente saudável - FOTO: Domínio Público / Pixabay
Leitura:

O governo de Portugal anunciou nesta segunda-feira que já pagou metade da dívida que possui com o Fundo Monetário Internacional (FMI), relativa ao pacote de ajuda recebido pelo país em 2011. De acordo com o governo, trata-se de uma evidência de que o país está novamente financeiramente saudável.

O Ministério das Finanças anunciou que na semana passada pagou de volta ao FMI 1,7 bilhão de euros (US$ 1,8 bilhão) - esse montante deveria ser pago apenas em 2019. Isso significa que Portugal já devolveu ao Fundo 13 bilhões de euros no total.

O país europeu esteve perto da bancarrota em 2011, em meio à crise financeira na zona do euro, quando Portugal chegou a ficar com menos de 400 milhões de euros no Tesouro. Seus parceiros da União Europeia uniram-se ao FMI para o pacote de resgate de 78 bilhões de euros.

Com o pagamento antecipado dos empréstimos, Portugal deixa de arcar com parte dos juros.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias