Diplomacia

Trump afirma que morte de estudante americano é 'escândalo absoluto'

'Isso jamais deveria ter acontecido e, francamente, se tivesse sido repatriado antes, acredito que o final teria sido muito diferente', disse Trump

AFP
AFP
Publicado em 20/06/2017 às 15:05
Foto: AFP
'Isso jamais deveria ter acontecido e, francamente, se tivesse sido repatriado antes, acredito que o final teria sido muito diferente', disse Trump - FOTO: Foto: AFP
Leitura:

O presidente Donald Trump considerou nesta terça-feira (20) que a morte do estudante americano Otto Warmbier, repatriado em estado de coma após permanecer por mais um ano preso na Coreia do Norte, é um "absoluto escândalo".

"O que aconteceu com Otto é um absoluto escândalo. Isso jamais deveria ter acontecido e, francamente, se tivesse sido repatriado antes, acredito que o final teria sido muito diferente", acrescentou o chefe de Estado no Salão Oval da Casa Branca.

Morte

Otto Warmbier morreu na segunda-feira (19) aos 22 anos de idade. Ele havia sido preso pelo regime norte-coreano em janeiro de 2016 por ter tentado roubar um cartaz de propaganda durante uma excursão organizada no país.

Ao ser repatriado para os Estados Unidos no dia 13 de junho, constatou-se graves lesões cerebrais no jovem.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias