CONFLITO

Chefes do Pentágono e Otan visitam Cabul

Inesperada visita de alto nível ocorre no momento em que as forças de segurança afegãs tentam derrotar os talibãs

AFP
AFP
Publicado em 27/09/2017 às 4:24
Foto: WAKIL KOHSAR / AFP
Inesperada visita de alto nível ocorre no momento em que as forças de segurança afegãs tentam derrotar os talibãs - FOTO: Foto: WAKIL KOHSAR / AFP
Leitura:

Kabul, Afeganistão | AFP | quarta-feira 27/09/2017 - 01:36 UTC-3 | 188 palavras

O secretário americano de Defesa, Jim Mattis, chegou nesta quarta-feira a Cabul, acompanhado pelo chefe da Otan, Jens Stoltenberg, semanas após o presidente Donald Trump anunciar que enviará mais tropas ao Afeganistão, constatou a AFP.

Mattis é o primeiro membro do gabinete de Trump a visitar o Afeganistão desde o anúncio da nova estratégia americana, que consiste em manter as tropas no país por tempo indeterminado.

A inesperada visita de alto nível ocorre no momento em que as forças de segurança afegãs tentam derrotar os talibãs, que permanecem na ofensiva desde a saída das tropas da Otan lideradas pelos Estados Unidos, no final de 2014.

Os rebeldes prometeram fazer do Afeganistão um "cemitério" para as forças estrangeiras e incrementaram seus ataques, enquanto controlam amplas zonas do país.

Situação

Os generais americanos consideraram durante meses que a situação no Afeganistão estava "estancada" após anos de apoio às tropas afegãs, ajuda contínua do contingente da Otan e um custo de reconstrução de 1 trilhão de dólares para os EUA.

A guerra no Afeganistão fará 16 anos no próximo mês, e já é a mais longa com participação dos Estados Unidos.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias