CONFLITO

Forças iraquianas entram no último reduto do Estado Islâmico no país

Divisões do exército e das forças antiterroristas "iniciaram o ataque no centro de Al-Qaim"

AFP
AFP
Publicado em 03/11/2017 às 10:10
Foto: AFP
Divisões do exército e das forças antiterroristas "iniciaram o ataque no centro de Al-Qaim" - FOTO: Foto: AFP
Leitura:

As forças iraquianas entraram nesta sexta-feira (3) em Al-Qaim, centro do último reduto do grupo Estado Islâmico (EI) no Iraque, anunciaram comandantes do exército.

Divisões do exército e das forças antiterroristas "iniciaram o ataque no centro de Al-Qaim", afirmou à AFP o general Nomane al-Zobai, comandante da 7ª Divisão do exército iraquiano.

Antes, a artilharia e a aviação da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos bombardearam as posições jihadistas nesta cidade localizada a 10 km da fronteira com a Síria, onde o EI também perde posições. O bairro de Gaza foi o primeiro a cair nas mãos das forças iraquianas, afirmou um oficial à AFP.

"As unidades antiterroristas e os combatentes tribais liberaram Gaza após combates violentos", afirmou a fonte. "Vários terroristas morreram e outros recuaram no centro de Al-Qaim", afirmou.

Os extremistas "incendiaram casas de civis no bairro de Gaza, sudoeste de Al-Qaim, para dificultar a visibilidade dos aviões", afirmaram as Unidades de Mobilização Popular (UMP), que participam na ofensiva. Muitos jihadistas e suas famílias fogem para Bukamal, na Síria, de acordo com as UMP.

As forças iraquianas iniciaram há uma semana uma batalha para recuperar a região de Al-Qaim, onde estavam 1.500 extremistas. Este é o "último grande combate" contra o califado proclamado pelo Estado Islâmico (EI) em 2014, de acordo com a coalizão internacional liderada por Washington.

O objetivo é estrangular o EI em seu último reduto, no vale médio do Eufrates, da província síria de Deir Ezzor até Al-Qaim no Iraque. A região de Al-Qaim tem 150.000 habitantes - 50.000 deles na cidade - que pertencem a algumas importantes tribos sunitas. 

Retomada

As forças iraquianas retomaram um importante posto de fronteira entre Iraque e Síria, no coração de um território ainda sob controle do grupo extremista EI, anunciou o Comando Conjunto de Operações (JOC).

"As forças iraquianas retomaram o controle total do posto de fronteira de Huseiba, em Al-Qaim, que leva à cidade síria de Abu Kamal", anunciou o JOC em um comunicado. 

As tropas do Iraque avançam em direção a Al-Qaim, uma cidade desértica no meio de um território ainda controlado pelos jihadistas.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias