DETIDOS

Dois jornalistas da agência Reuters são presos em Mianmar

Eles são acusados de estarem na posse de documentos de segurança do governo

Bianca Sousa
Bianca Sousa
Publicado em 13/12/2017 às 16:06
Foto: Reprodução / Google Maps
Eles são acusados de estarem na posse de documentos de segurança do governo - Foto: Reprodução / Google Maps
Leitura:

Dois jornalistas da agência de notícias Reuters foram detidos em Mianmar sob acusação de estarem na posse de "importantes documentos de segurança", informou o governo birmanês nesta quarta-feira (13).

Wa Lone, de 31 anos, e Kyaw Soe Oo, de 27 anos, estavam desaparecidos desde terça-feira (12) à noite, segundo a agência.

Ambos foram detidos em virtude de uma lei de segredos de Estado e foram acusados ??de quererem enviar "documentos de segurança importantes sobre as forças de segurança no estado de Rakine para agências estrangeiras fora do país", de acordo com uma declaração do ministério da Informação.

O estado de Rakine é o epicentro dos confrontos entre as forças de Mianmar e os muçulmanos rohingyas, que fizeram com que mais de 620 mil membros dessa minoria fugissem para Bangladesh desde agosto.

O ministério publicou uma foto na qual os dois jornalistas aparecem algemados junto com uma série de documentos.

"Estamos tentando reunir mais informações sobre as circunstâncias da prisão e sobre sua situação atual", informou a responsável pela comunicação da Reuters, Abbe Serphos.

Apesar da chegada ao poder em 2016 de Aung San Suu Kyi, Prêmio Nobel da Paz, ao governo birmanês, o primeiro civil em décadas, as ONGs afirmam que não houve progressos na liberdade de imprensa. Várias regiões permanecem inacessíveis aos jornalistas, como o estado de Rakine.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias