ATENTADO

Policiais morrem em atentado suicida na Somália

Os islamitas do Al-Shabab reivindicaram a autoria do ataque

AFP
AFP
Publicado em 14/12/2017 às 15:13
Foto: Mohamed ABDIWAHAB/AFP
Os islamitas do Al-Shabab reivindicaram a autoria do ataque - FOTO: Foto: Mohamed ABDIWAHAB/AFP
Leitura:

Pelos menos 18 policiais morreram em um atentado suicida nesta quinta-feira (14) contra uma escola de policiais em Mogadíscio, capital da Somália, anunciou um comandante das forças de segurança.

O atentado contra o centro particular de formação de policiais mais importante do país foi reivindicado pelos islamitas shabab, aliados da rede Al-Qaeda, e deixou 15 feridos, informou o general Muktar Husein Afrá a jornalistas.

Segundo testemunhas, um homem vestido de policial e com um cinturão de explosivos entrou no campo quando os policiais estavam reunidos para um desfile.

O agressor "poderia ter feito mais vítimas, se tivesse conseguido chegar ao meio, onde havia mais gente", acrescentou o comandante Ibrahim Mohamed.

Hussein Ali, que testemunhou o ataque, contou à AFP que "alguns dos policiais já estavam enfileirados, outros chegando, quando o homem disfarçado de policial entrou e se detonou".

Os islamitas do Al-Shabab, que costumam cometer atentados desse tipo contra a Polícia, reivindicaram o ataque e disseram em comunicado que havia 27 vítimas, entre elas "altos oficiais apóstatas".

Últimas notícias