TRAGÉDIA

Naufrágio deixa 30 mortos perto da costa do Iêmen

Mais de 150 pessoas estavam à bordo, ocasionando um excesso de lotação; a embarcação partiu do porto de Áden, no sul do Iêmen, rumo ao Djibuti

Bianca Sousa
Bianca Sousa
Publicado em 26/01/2018 às 13:13
Foto: AFP/Arquivos
Mais de 150 pessoas estavam à bordo, ocasionando um excesso de lotação; a embarcação partiu do porto de Áden, no sul do Iêmen, rumo ao Djibuti - FOTO: Foto: AFP/Arquivos
Leitura:

Pelo menos 30 migrantes africanos morreram na última terça-feira (23), no naufrágio de sua embarcação próximo à costa do Iêmen, um país em guerra - anunciou a ONU nesta sexta-feira (26), referindo-se ainda a informações não confirmadas sobre disparos contra os passageiros.

No Twitter, o Alto Comissariado da ONU para Refugiados (Acnur) relatou que a embarcação, com excesso de lotação, levava 101 somalis e 51 etíopes quando zarpou do porto de Áden, no sul do Iêmen, rumo ao Djibuti.

O barco virou após sua partida, acrescentou o Acnur, citando "informações, segundo as quais as pessoas a bordo foram alvo de disparos".

"Pelo menos 30 pessoas faleceram no trágico episódio", acrescentou o Acnur, declarando-se "entristecido e indignado".

Uma representante da Organização Internacional para Migrações (OIM) em Áden confirmou à AFP o total de 30 mortos.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias