espaço aéreo internacional

Marinha dos EUA denuncia incidente com avião russo no Mar Negro

Um caça russo voou perigosamente perto de um avião de reconhecimento da Marinha dos Estados Unidos nesta segunda-feira (29), informaram autoridade

Amanda Azevedo
Amanda Azevedo
Publicado em 29/01/2018 às 22:07
Foto: Reprodução/Google Street View
Um caça russo voou perigosamente perto de um avião de reconhecimento da Marinha dos Estados Unidos nesta segunda-feira (29), informaram autoridade - FOTO: Foto: Reprodução/Google Street View
Leitura:

Um caça russo voou perigosamente perto de um avião de reconhecimento da Marinha dos Estados Unidos nesta segunda-feira (29), informaram autoridades, ao reportar uma manobra que os militares americanos denunciaram como "insegura". 

O incidente ocorreu enquanto o avião-espião americano EP-3 Aries estava em missão no espaço aéreo internacional.

A aeronave foi interceptada por um Su-27 russo, que se alinhou com a aeronave americana durante cerca de duas horas e quarenta minutos, informou a Marinha dos EUA em um comunicado.

"Esta interação foi determinada como perigosa, pois o Su-27 se aproximou a cinco pés (1,5 metro) e cruzou diretamente com a trajetória de voo do EP-3", indicou o texto.

Interações "inseguras" com aviões russos

As Forças Armadas americanas deram conta de várias interações "inseguras" com aviões russos sobre o Mar Negro nos últimos meses.

"O exército russo está em seu direito de operar no espaço aéreo internacional, mas deve se comportar no marco das normas internacionais para garantir a segurança e evitar incidentes", destaca a declaração.

As forças da Rússia e da Otan operam habitualmente no espaço aéreo internacional sobre o Mar Negro e esta atividade tem se intensificado após a anexação da Crimeia por Moscou em 2014.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias