CONFLITO

Separatistas iemenitas cercam o palácio presidencial em Aden

Horas antes, a coalizão liderada pela Arábia Saudita pediu um cessar-fogo imediato na cidade de Aden, no Iêmen

Túlio Feitosa
Túlio Feitosa
Publicado em 30/01/2018 às 11:50
Foto: SALEH AL-OBEIDI / AFP
Horas antes, a coalizão liderada pela Arábia Saudita pediu um cessar-fogo imediato na cidade de Aden, no Iêmen - FOTO: Foto: SALEH AL-OBEIDI / AFP
Leitura:

Combatentes separatistas do sul do Iêmen cercaram nesta terça-feira o palácio presidencial em Aden, a segunda cidade mais importante do país, após três dias de confrontos com as forças governamentais, que perderam posições, informou à AFP uma fonte militar.

O presidente iemenita Abd Rabbo Mansur Hadi está refugiado na Arábia Saudita, mas seu primeiro-ministro Ahmed ben Dagher e integrantes moravam no palácio presidencial de Aden.

"Os separatistas cercaram o palácio e agora controlam a entrada principal", disse a fonte, um oficial do exército iemenita. 

"As pessoas que estão dentro do palácio se encontram oficiosamente em prisão domiciliar".

Cessar-fogo

Horas antes, a coalizão liderada pela Arábia Saudita pediu um cessar-fogo imediato na cidade de Aden.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias