CONFLITO

Ataque contra o EI no leste da Síria mata 25 civis

Desses 25 civis mortos no bombardeio contra o Estado Islâmico, sete eram menores de idade

Túlio Feitosa
Túlio Feitosa
Publicado em 26/02/2018 às 8:02
Foto: HAMZA AL-AJWEH / AFP
Desses 25 civis mortos no bombardeio contra o Estado Islâmico, sete eram menores de idade - FOTO: Foto: HAMZA AL-AJWEH / AFP
Leitura:

Ao menos 25 civis, incluindo sete menores de idade, morreram em um bombardeio contra o Estado Islâmico (EI) na região leste da Síria, anunciou nesta segunda-feira (26) a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Os civis morreram nos bombardeios realizados no domingo (25) contra a localidade de Al-Shaafah, que fica em um dos últimos bolsões de de resistência do EI na província de Deir Ezzor, leste da Síria, indicou o OSDH.

Al-Shaafah fica ao leste do rio Eufrates, ao norte do ex-reduto jihadista de Bukamal, perto da fronteira com o Iraque.

O OSDH afirmou que os bombardeios foram executados pela coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos, que até o momento não fez nenhum comentário.

A coalizão apoia as Forças Democráticas Sírias (FDS), uma aliança de milícias curdas e árabes que atua na margem leste do Eufrates. Na margem oeste se encontram as forças governamentais sírias.

Na quinta-feira (22), o OSDH anunciou a morte em fevereiro de 82 pessoas, em sua maioria vinculadas aos combatentes do EI, vítimas dos bombardeios da coalizão internacional neste bolsão de resistência jihadista no leste da Síria.

A coalizão internacional informou que desde o início das operações na Síria e Iraque, em 2014, seus bombardeios provocaram as mortes de pelo menos 841 civis.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias