CONFLITO

Dez civis mortos em novos bombardeios do regime sírio contra Ghuta

Apesar da votação no Conselho de Segurança da ONU que aprovou no sábado uma resolução que pede uma trégua em toda a Síria, os bombardeios prosseguem

Túlio Feitosa
Túlio Feitosa
Publicado em 26/02/2018 às 9:34
HAMZA AL-AJWEH / AFP
Apesar da votação no Conselho de Segurança da ONU que aprovou no sábado uma resolução que pede uma trégua em toda a Síria, os bombardeios prosseguem - FOTO: HAMZA AL-AJWEH / AFP
Leitura:

Ao menos 10 civis morreram nesta segunda-feira (26) em bombardeios aéreos e disparos de foguetes do regime sírio contra o reduto rebelde de Ghuta Oriental, perto de Damasco, anunciou a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Entre as vítimas estão nove membros de uma família, incluindo três crianças. Eles morreram em ataques aéreos do regime sírio contra Duma, a principal cidade de Ghuta Oriental, segundo o OSDH.

Os bombardeios prosseguem, apesar da votação no Conselho de Segurança da ONU que aprovou no sábado uma resolução que pede uma trégua em toda a Síria para permitir o envio de ajuda humanitária e a retirada dos feridos graves.

Mas os ataques perderam intensidade na comparação com os bombardeios da semana passada, afirmou o OSDH.

O regime sírio iniciou em 18 de fevereiro uma intensa campanha contra Ghuta Oriental, último reduto rebelde nas proximidades de Damasco, prelúdio segundo a imprensa estatal síria de uma ofensiva terrestre para reconquistar este território.

Em sete dias de bombardeios, mais de 500 pessoas morreram, segundo o OSDH.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias