Separação da Espanha

Ex-presidente catalão, Carles Puigdemont é detido na Alemanha

Carles Puigdemont cruzava a fronteira com a Dinamarca quando foi preso. Ele é um dos principais defensores da separação da Espanha

Gabriel Dias
Gabriel Dias
Publicado em 25/03/2018 às 9:37
Foto: AFP
Carles Puigdemont cruzava a fronteira com a Dinamarca quando foi preso. Ele é um dos principais defensores da separação da Espanha - FOTO: Foto: AFP
Leitura:

O ex-presidente catalão, Carles Puigdemont, foi detido neste domingo (25) na Alemanha, quando cruzava a fronteira procedente da Dinamarca - indicou um porta-voz da Polícia à AFP.

"Foi detido às 11h19 [hora local] por uma patrulha da Polícia de trânsito em Schleswig-Holstein", um estado do norte da Alemanha, disse o porta-voz, apontando uma "euro-ordem de detenção contra ele".

"Agora está sob custódia policial", acrescentou.

A detenção foi confirmada à AFP pela porta-voz de "Juntos por Cataluña", a coalizão de Puigdemont.

"Está retido. Posso confirmar que está retido pela Polícia. Foi cruzando a fronteira da Dinamarca com a Alemanha e o tratamento foi muito bom, e estão todos os advogados dele lá", disse Anna Grabalosa.

Na sexta-feira, o juiz espanhol responsável pelo caso contra a cúpula separatista catalã confirmou a acusação de "rebelião" contra 13 figuras, incluindo Puigdemont.

Busca

Ele estava na Finlândia, quando o juiz reativou o mandado de captura, mas deixou o país na sexta, antes que a Polícia pudesse começar a busca oficialmente.

Povo nas ruas

Em Girona, a cidade de Puigdemont 100 quilômetros ao norte de Barcelona, algumas dezenas de separatistas se manifestaram em frente à delegação do governo espanhol, segundo imagens divulgadas pelo CDR desse município no Twitter.

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias