Assassinato

Após 10 anos do crime, mãe de Isabella Nardoni fala de saudade

O caso rendeu bastante repercussão no país e teve como condenados o pai da garota, Alexandre Nardoni, e a madrasta, Anna Carolina Jatobá

Amanda Azevedo
Amanda Azevedo
Publicado em 28/03/2018 às 20:33
Foto: Reprodução
O caso rendeu bastante repercussão no país e teve como condenados o pai da garota, Alexandre Nardoni, e a madrasta, Anna Carolina Jatobá - FOTO: Foto: Reprodução
Leitura:

Completa-se 10 anos nesta quinta-feira (29) do assassinato da menina Isabella Nardoni. Ela foi agredida e jogada pela janela do sexto andar de um edifício em São Paulo.

O caso rendeu bastante repercussão no país e teve como condenados o pai da garota, Alexandre Nardoni, e a madrasta, Anna Carolina Jatobá.

As investigações mostraram que Isabella apanhou, foi asfixiada e, depois de já ter perdido os sentidos, foi arremessada ainda viva de uma altura de 20 metros.

Em entrevista à revista Veja, a mãe de Isabella, Ana Carolina Oliveira, afirmou ter reconstruído sua família, ter passado por muitas dificuldades, mas ainda está sentida com a data, já que Isabella faria 16 anos em abril se estivesse viva.

Para lidar com a dor, Ana Carolina fez terapia e teve a ajuda de amigos e família. Ela também abraçou uma nova religião, o espiritismo, e conheceu um novo amor. Há 1 ano e nove meses nasceu o filho do casal, chamado Miguel. Segundo Ana Carolina, ela costuma mencionar ao filho a existência de Isabella. Apesar da data, a mãe da garota não planejou missa ou outro tipo de celebração para relembrar o dia.

Os Nardoni: Tentativa de redução da pena

O advogado do casal responsável pelo crime entrou no início deste ano com um pedido de redução de pena no Supremo. De acordo com o defensor, a sentença teria sido "exagerada e desproporcional" e sofreu influência da amplitude do crime na mídia.

Os dois estão em presídios na cidade de Tremembé, no estado de São Paulo. Ana Carolina Jatobá já foi beneficiada com o direito de sair em datas festivas como Páscoa e Dia das Crianças.

De acordo com a Veja, apesar de estarem em presídios separados, os dois continuam com o relacionamento. O pai de Isabella, Alexandre Nardoni, foi condenado a pouco mais de 30 anos e a madrasta a vinte e seis anos e oito meses.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias