Atropelamento

Alemanha: polícia diz que é cedo para falar em atentado

Ainda não há informações sobre o que motivou o ataque em Münster

JC Trânsito
JC Trânsito
Publicado em 07/04/2018 às 15:30
Foto: Reprodução/Twitter
Ainda não há informações sobre o que motivou o ataque em Münster - FOTO: Foto: Reprodução/Twitter
Leitura:

A polícia de Münster, no noroeste da Alemanha, confirmou que três pessoas morreram e 20 ficaram feridas, seis em estado grave, após terem sido atropeladas por uma van no centro da cidade neste sábado (7). Ao confirmar o número de vítimas, um porta-voz da polícia, Andreas Bode, disse que a investigação está em andamento e que, por isso, é "cedo demais para falar de um atentado". A informação é da Agência EFE.

Testemunhas

Segundo Andreas Bode, testemunhas informaram que duas pessoas fugiram do veículo depois do atropelamento, mas essa informação ainda não foi confirmada pelas autoridades.

Acidente

O atropelamento ocorreu na parte antiga da cidade, em uma região de ruas estreitas e muito movimentadas e em um sábado de temperaturas quase estivais (de verão). Por isso, vários estabelecimentos locais e cervejarias tinham montado mesas ao ar livre.

Em mensagem publicada na rede social Twitter, o ministro de Interior da Alemanha, Horst Seehofer, disse que a polícia de Münster trabalha para esclarecer o ocorrido em contato direto com as forças de segurança locais.

A polícia mobilizou um grande dispositivo de segurança no centro de Münster e pediu para que as pessoas evitem a região. Segundo a imprensa local, o motorista da van suicidou-se, e a polícia inspeciona o veículo buscando possíveis explosivos.

O governo alemão expressou solidariedade às vítimas e aos parentes. A ministra de Justiça, Katarina Barley, garantiu que será feito todo o possível para esclarecer o ocorrido.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias