COREIAS

Coreias afirmam compromisso a favor da desnuclearização da península

Compromisso foi feito após uma reunião de cúpula histórica entre as Coreias nesta sexta-feira (27)

Vitor Nascimento
Vitor Nascimento
Publicado em 27/04/2018 às 7:10
Foto: KOREA SUMMIT PRESS POOL / AFP
FOTO: Foto: KOREA SUMMIT PRESS POOL / AFP
Leitura:

O líder norte-coreano, Kim Jong Un, e o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, afirmaram nesta sexta-feira (27) que estão comprometidos com a desnuclearização da península, após uma reunião de cúpula histórica.

Foto: KOREA SUMMIT PRESS POOL / AFP
- Foto: KOREA SUMMIT PRESS POOL / AFP
Foto: KOREA SUMMIT PRESS POOL / AFP
- Foto: KOREA SUMMIT PRESS POOL / AFP
Foto: KOREA SUMMIT PRESS POOL / AFP
- Foto: KOREA SUMMIT PRESS POOL / AFP
Foto: KOREA SUMMIT PRESS POOL / AFP
- Foto: KOREA SUMMIT PRESS POOL / AFP
Foto: KOREA SUMMIT PRESS POOL / AFP
- Foto: KOREA SUMMIT PRESS POOL / AFP
Foto: KOREA SUMMIT PRESS POOL / AFP
- Foto: KOREA SUMMIT PRESS POOL / AFP

 

"Coreia do Sul e Coreia do Norte confirmam o objetivo comum de obter, por meio de uma desnuclearização total, uma península coreana não nuclear", afirma um comunicado conjunto.

Regime de paz

As duas Coreias tentarão este ano dar um fim à guerra de forma permanente, segundo o comunicado divulgado nesta sexta-feira após a reunião histórica entre os países, 65 anos depois do conflito bélico ter acabado com um armistício, ao invés de um tratado de paz.

Os dois países devem se reunir com os Estados Unidos e talvez a China (ambos signatários do cessar-fogo) "com o objetivo de declarar o fim da guerra e estabelecer um regime de paz permanente e sólido", destaca o texto.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias