REINO UNIDO

Conselho Europeu propõe reunião extraordinária sobre o Brexit

Presidente do Conselho Europeu recordou aos governantes da UE que as negociações para a saída do Reino Unido devem ser concluída a tempo

AFP
AFP
Publicado em 18/09/2018 às 7:14
Foto: AFP
Presidente do Conselho Europeu recordou aos governantes da UE que as negociações para a saída do Reino Unido devem ser concluída a tempo - FOTO: Foto: AFP
Leitura:

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, propôs em uma carta publicada nesta terça-feira (18) e dirigida aos 28 governantes da União Europeia (UE) uma reunião de cúpula extraordinária em novembro para discutir sobre o Brexit.

Os governantes do bloco se reunirão na quarta-feira (19) em Salzburgo (Áustria) para abordar a fase final das negociações com o Reino Unido, em particular sobre a possibilidade de "convocar outro Conselho Europeu em novembro", afirma Tusk na carta.

O político polonês recorda no texto que a negociação deve ser concluída a tempo para que o Reino Unido possa deixar a UE com um acordo em março de 2019. Isto implicaria fechar as negociações em novembro.

Durante a reunião de dois dias em Salzburgo, "quero que revisemos o progresso das negociações para que possamos dar o passo seguinte com três objetivos em mente", indica o presidente do Conselho Europeu, que coordena os trabalhos dos governantes do bloco.

Os objetivos citados são uma "visão comum" dos 27 sócios do Reino Unido sobre a futura relação dos dois lados do Canal da Mancha, a possibilidade de uma reunião extraordinária em novembro e "confirmar de novo a necessidade" de um dispositivo jurídico que evite uma fronteira clássica na ilha da Irlanda.

Fronteira

A questão da fronteira entre a província britânica da Irlanda do Norte e a Irlanda, país membro da UE, permanece como uma barreira nas negociações.

"Lamentavelmente, o cenário de uma falta de acordo continua sendo possível. Mas se atuarmos com responsabilidade, poderemos evitar a catástrofe", destacou Donald Tusk.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias