Caridade

George H.W. Bush patrocinou em segredo criança filipina, revelam cartas

Bush começou a patrocinar Timothy com uma doação mensal em 2002 até a sua graduação do programa de caridade, em 2012

Jennifer Thalis
Jennifer Thalis
Publicado em 19/12/2018 às 21:19
Foto: Handout / Compassion International / AFP
Bush começou a patrocinar Timothy com uma doação mensal em 2002 até a sua graduação do programa de caridade, em 2012 - Foto: Handout / Compassion International / AFP
Leitura:

Para a criança filipina que teve um benfeitor americano, que também foi fonte de amáveis cartas e presentes, ele se chamava apenas "G. Walker."

Para a organização beneficente cristã que o ajudou a manter seu benevolente segredo foi George Herbert Walker Bush, o 41º presidente dos Estados Unidos.

A Compassion International, que ajuda crianças pobres de todo o mundo por meio de uma rede de igrejas locais, revelou pela primeira vez esta semana que o ex-presidente, que morreu no mês passado, patrocinou silenciosamente durante 10 anos uma criança filipina chamada Timothy.

A organização revelou várias das comoventes cartas que Bush enviou ao menino.

"Quero ser o seu novo amigo por correspondência", escreveu Bush em sua carta inicial, enviada em 24 de janeiro de 2002.

"Sou um homem velho, de 77 anos, mas amo as crianças; e embora não tenhamos nos conhecido, já gosto de você", disse o ex-presidente, se identificando como um morador do Texas.

O ex-secretário de imprensa de Bush Jim McGrath confirmou à AFP a autenticidade das cartas.

"Este é apenas um dos inumeráveis atos de bondade que George Bush realizou ao longo dos anos sem estardalhaço. Era o que havia em seu coração", assinalou McGrath.

Auxílio

Bush começou a patrocinar Timothy com uma doação mensal em 2002 até a sua graduação do programa de caridade, em 2012. Durante todo esse tempo, a verdadeira identidade de Bush se manteve em segredo por preocupações com a sua segurança.

Às vezes, as cartas de Bush continham pistas sobre a sua verdadeira identidade, como uma em que escreveu: "Tive que ir à Casa Branca no Natal. Aqui há um pequeno folheto que recebi na Casa Branca em Washington".

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias